(11) 97328-3933

contato@kathia.com.br

BEM VINDO!
VOCÊ ENTENDENDO SUAS EMOÇÕES E NO CONTROLE DAS SUAS ATITUDES!

Psicoterapia Serve Para Quê?

Psicoterapia é uma forma eficaz de promover ou auxiliar na recuperação de problemas psíquico-emocionais ou de saúde mental.

 

A Psicoterapia (do grego significa psykhē é mente, e therapeuein é curar) é um tipo de terapia cuja a finalidade é tratar os problemas psicológicos , tais como psicopatologias, transtornos psiquiátricos, dificuldades de relacionamento,entre outro problemas da saúde mental.

 

A Psicoterapia é fundamentada no processo dialético (método do diálogo com foco) efetuado entre o profissional devidamente qualificado, o psicoterapeuta (psicólogo), e o paciente ou cliente. É realizada em um ambiente de apoio que permite a pessoa falar abertamente e sem barreiras com o profissional da psicologia da saúde. O Psicólogo utilizado técnicas cientificamente validadas para dar o devido suporte as pessoas a desenvolverem hábitos mais saudáveis, a ampliar a conhecimento e percepção sobre si mesma. Além de tratar os distúrbios e transtornos mentais, ampliar o conhecimento e a percepção de si mesmo, melhora a convicção nas decisões do cotidiano, eleva a autonomia existencial, entre outras. As modalidades possíveis são: psicoterapia extensa, psicoterapia breve e aconselhamento psicológico clínico.

 

Anterior ao tratamento é realizado uma consulta inicial para que se verifique a demanda e a queixa da pessoa. O tratamento efetuado em ambiente clínico ou on-line, através de consultas de 45 a 50 minutos (normalmente 1 vez por semana), porém a gravidade do paciente pode determinar um número maior de sessões, tendo o profissional autoridade para isto.

 

Pode usar testes e técnicas psicológicas, cientificamente validadas, para atingir o objetivo, que varia desde a diminuição do sofrimento nos quadros como distresse, burn-out, crises de raiva, etc., ao restabelecimento de uma capacidade perdida e até a compreensão de si mesmo.

 

Por ser uma área da saúde mental, a psicoterapia é a principal linha de tratamento para qualquer assunto referente ao psiquismo. Para isso, propõem intervenções psicológicas, cujos objetivos centrais são:

 

  • restabelecer o funcionamento psíquico ótimo da pessoa;
  • permitir que a pessoa compreenda as causas do que lhe acomete, para que possa encontrar recursos psíquicos para lidar com suas dificuldades, problemas etc;
  • desenvolver meios de agir no mundo, redefinindo seus traços de personalidade;
  • solucionar problemas pontuais, que o afligem, bem como observar questões de cunho mais existencial.

 

A maioria das pessoas cresce acreditando que buscar ajuda nos momentos de angustia, ansiedade elevada, tristeza, desesperança, apatia, insegurança, medo, entre outros é indicativo de fragilidade, fraqueza. Nossa cultura traz a informação que de devemos ser completamente autossuficientes e, nesse sentido, buscar ajuda pode ser entendido como um imenso sinal de fraqueza, de falta de vontade ou de caráter.

 

Entretanto, pautada em dados divulgado pela APA – American Psychological Association, uma em cada quatro pessoas no mundo será afetada por um tipo de transtorno mental ao longo da vida. Transtornos como Depressivo; Bipolar; de Pânico; Alimentares (Anorexia ou Bulimia); Obsessivo-Compulsivo; Personalidade; Estresse Pós-Traumático; Déficit de Atenção/Hiperatividade; entre outros, que apresentam ótimas respostas ao tratamento psicoterapêutico.

 

Esses transtornos são muito diferentes, pois apresentam distintas formas e condições de combinação anormal de pensamentos, emoções e comportamentos. Que afetam drasticamente as relações que uma pessoa estabelece com o meio em que vive.

Basta ler os artigos aqui publicados sobre os transtornos: depressão, ansiedade patológica, transtorno de estresse pós-traumático, pânico para ter uma ideia da repercussão desses na vida das pessoas. É assustador a estatística e a realidade dentro de ambulatório como FMABC, UNIFESP, HC-FMUSP e consultório.

 

O problema está em mesmo o tratamento estando disponíveis e sendo muito eficazes para aliviar o sofrimento, apenas dois terços das pessoas relutam em procurar por um profissional da saúde mental. E o fator preponderante é o preconceito, uma grande barreira a ser transposta em pleno século XXI. Ainda consta o estigma ou o medo de ser discriminado, o que impede o tratamento correto, perpetuando o sofrimento por uma vida. Quando esses clientes chegam ao consultório vem com indicação de médicos num quadro severo, o que poderia ser tratado de forma mais breve e eficaz se procurado pelo tratamento no início dos sintomas. Fica essa dica, procure por ajuda profissional quando perceber que algo não está tão bem como um dia esteve.

 

As evidências dos benefícios da psicoterapia são tão positivamente avaliadas que vale citar que 2 sessões de 1hora e 30minutos, foram associadas a diminuição de 33% no desenvolvimento de transtornos mentais em adolescentes, dados fornecidos por Universidades do Canadá e da Europa. A cada sei meses os adolescentes faziam testes para mensurar resultados, que comprovou além da diminuição da depressão, mostraram que a ansiedade, o transtorno do pânico e os problemas de interação social também haviam diminuído consideravelmente.

 

O tratamento baseia-se no corpo teórico-científico das Ciências Psicológicas que fazem parte das Neurociências Cognitiva e Comportamental. É aplicado em um determinado contexto individual, casal, grupal, individual com a presença de familiares, mediação de conflitos, de acordo com a indicação.

 

Os resultados e eficácia alcançados através da Psicoterapia são comprovados por artigos, teses cientificamente comprovadas. Permita-se deixar o sofrimento, a dor que prejudica a saúde mental, emocional, física e social. Escolha ter qualidade de vida e bem-estar. A Psicoterapia só acrescenta uma nova forma de pensar, se perceber a si mesmo e o mundo, além disso, não causa dependência, é libertador!

 

PENSENISSO!